Área de Atuação

Atualmente o BPGd está sediado na Cidade de Piraquara, e conta com quatro companhias.

 
1ª Companhia

Até aproximadamente metade do ano de 2012, a cidade de Piraquara possuía um Destacamento Policial Militar (DPM), que possuía apenas uma viatura e seis policiais, era subordinado à 1ª Companhia do 17º BPM.

Em junho de 2012, quando a sede do Batalhão de Polícia de Guarda se mudou do bairro Ahú, em Curitiba, para Piraquara, o policiamento desta cidade ficou sob jurisdição do BPGd. E como consequência desta mudança, o DPM de Piraquara, passou a ser a 1ª Companhia do BPGd.

 
2ª Companhia

A 2ª Cia PGd compete além da guarda externa (guarda de muralha) dos estabelecimentos prisionais existentes no Complexo Penitenciário de Piraquara:

a primeira intervenção em eventos críticos ocorridos nos estabelecimentos prisionais no referido complexo;

a realização de operações de revista carcerária com finalidade preventiva e pós evento crítico ocorrido;

o patrulhamento e atendimento de ocorrências dentro da área de atuação (complexo penitenciário);

A guarda externa tem como missão precípua a prevenção e contenção de fugas, bem como evitar arrebatamentos de internos, e o arremesso de objetos ilícitos para o interior dos Estabelecimentos Prisionais, tais como: celulares, drogas, armas, entre outros.

A 2ª Cia Pgd possui ainda o Canil denominado “Pretorianos”, o qual é responsável pelo adestramento de cães para utilização em operações de revista carcerária, no suporte à guarda externa de muralha, e em eventuais operações de busca e recaptura de foragidos do Sistema Penitenciário.

 
3ª Companhia

Criada no início do ano de 2012, é responsável assim como a 2ª Cia PGd pela guarda externa, primeira intervenção e patrulhamento de estabelecimentos prisionais.

Atualmente a 3ª Companhia de Polícia de Guarda encontra-se distribuída em três municípios:

 
1º Pelotão

Atua no Complexo Médico Penal, CMP.

 
2º Pelotão

Responsável pelo Policiamento da Casa de Custódia de Curitiba, CCC e temporariamente concentra a Sede Administrativa da Companhia.

 
3º Pelotão

Atua na Casa de Custódia de São José dos Pinhais, CCSJP.

 
Postos Externos
  • Unidade Sócio educativa Joana M. Rixa - Rua D. João Braga, nº 64, Mercês
  • Centro Integrado de Atendimento ao Adolescente Infrator (CIAADI) - Rua Pastor Manoel Virgiliano de Souza, nº 1310, Capão da Imbuia
  • Juizado de Violência Doméstica e Familiar Contra a Mulher - Avenida João Gualberto, nº 1073

 

 
Companhia de Escolta  de Guarda

Companhia de Escolta e Guarda(CEG) está sediada no Centro Judiciário Santa Cândida, junto ao Fórum Criminal da Comarca de Curitiba.

Responsável pela escolta de internos das unidades prisionais do Departamento de Execução Penitenciária (DEPEN) sediadas na capital e região metropolitana, a CEG presta apoio ao DEPEN realizando a escolta de internos do sistema penitenciário para audiências, júris, hospitais, delegacias ou outras unidades prisionais, na capital, região metropolitana, litoral e interior do estado.

Por seus 4 grupos de trabalho subordinados, a CEG movimenta internos, atendendo a demanda de 20 Varas Criminais de diferentes Comarcas em todo o território paranaense.

São os grupos:

 
Tático Integrado

Realiza escoltas e movimentações de internos do Complexo Penitenciário de Piraquara e da Casa de Custódia de São José dos Pinhais, para audiências na capital e nos 29 municípios da Região Metropolitana de Curitiba.

 
Tático III

Responsável pela escolta de internos da Casa de Custódia de Curitiba, localizada em Araucária.

 
Tático V

Responsável pela escolta, em regra para hospitais, guarda de presos nesses estabelecimentos e dos internos do Complexo Médico Penal, sediado em Pinhais

 
Central de Viagens

Responsável pela escolta de internos de todas as unidades prisionais da capital e região metropolitana para todas as Comarcas do interior do estado

Além das missões desenvolvidas em escoltas de internos do sistema penitenciário, a CEG realiza a segurança nas audiências do Fórum Criminal da Comarca de Curitiba, no Centro Judiciário Santa Cândida, onde funcionam as Varas Criminais da capital; das audiências e sessões de julgamentos da Vara Privativa do Tribunal do Júri, também em Curitiba; das audiências do Fórum da Comarca de Piraquara, na região metropolitana de Curitiba, cidade onde está sediado o BPGd; e a partir do mês de dezembro de 2015, a CEG assumiu a segurança das audiências realizadas no recém instalado Centro de Audiências de Custódia de Curitiba, no bairro Ahú, em Curitiba.