Histórico

Carro da BPTran em 1952
A data oficial da criação do BPTran, foi publicada em Boletim Geral nº 049, de 28 de Fevereiro de 1952, com o nome de Serviço de Guarda Sinaleiro de Trânsito da Polícia Militar, sendo o 1º Tenente REINALDO JOSÉ MACHADO (HOJE Cel RR), o seu primeiro Comandante.

Em 1953, o Serviço de Guarda Sinaleiro, passou a denominar-se Companhia de Guardas Sinaleiros de Trânsito, passando a categoria de Unidade Independente e subordinada diretamente ao Comando Geral e no ano de 1955 passou a chamar-se Batalhão de Sinaleiros de Trânsito.

 
Cruzamento de ruas em 1964
Posteriormente, de acordo com o Decreto Governamental 16.313, de 27 de Outubro de 1964,. o Batalhão de Sinaleiros de Trânsito passou a denominar-se Batalhão de Controle de Tráfego (BCT). No início de 1971, ficou adido ao BCT, o Corpo de Polícia de Estabelecimentos de Ensino, em virtude de seus componentes desempenharem funções correlatas em estabelecimentos de ensino da capital.

Em 17 de Julho de 1973, foi criado o Pelotão de Motociclistas, com a finalidade de realizar o policiamento motorizado de trânsito e realizar o serviço de batedor e de segurança aproximada, quando do deslocamento de autoridades, comboios e da realização de competições desportivas e desfiles.

 
Dois motociclistas do BPTran
Posteriormente, conforme a LOB (lei de Organização Básica da PM), Lei nº 6.774, de 08 de Janeiro de 1976, o BCT passou a denominar-se Batalhão de Polícia de Trânsito, ficando subordinado ao Comando do Policiamento da Capital, atual 1º Comando Regional de Polícia Militar do Paraná.

Em Agosto de 1979, foi destacada uma equipe de 35 homens do BPTran para substituírem os funcionários civis no Plantão de Acidentes do DETRAN, com a missão de efetuar o levantamento de locais de acidentes no município de Curitiba, o que vem sendo feito até hoje.

O BPTran, desde a sua criação operou em sedes alugadas ou emprestadas, até Fevereiro de 1983, quando foi inaugurada sua própria sede, construída dentro dos padrões mais modernos de arquitetura e com toda a infraestrutura necessária ao seu melhor desempenho, construção esta subsidiada pelo DETRAN e localizada no Bairro do Capão da Imbuía (Rua Professora Antonia Reginato Viana, 411, esquina com Hayton da Silva Pereira).