• novas viaturas
  • helicopter_graer
  • Destaque Polícia Militar
  • Destaque Polícia Militar
  • Destaque Polícia Militar
  • Intranet
  • Estado

Dicas de Segurança - No trânsito

Trânsito e Primeiros Socorros

"Primeiros Socorros" são os primeiros cuidados que devem ser tomados em caso de acidente, procurando manter a vítima em condições de esperar o médico.

O objetivo de quem presta os primeiros socorros é o de proteger a vida do acidentado e reduzir o seu sofrimento. Mas, há necessidade da pessoa ter consciência de que o melhor trabalho só quem poderá fazer é o médico.

A primeira atitude que deve ser tomada, em caso de acidente, é procurar um telefone e chamar o serviço médico especializado!


Em Caso de Acidente de Trânsito

  • Avalie o local antes de fazer qualquer coisa.
  • Pare seu veículo em local seguro, mais ou menos 30 metros, sinalize usando triângulo, galhos de árvores, ligue o pisca-alerta, etc.
  • Ilumine o local com lanterna ou luz do veículo, jamais use fósforo ou uma chama de fogo exposta;
  • Coloque as luvas de procedimentos (de borracha);
  • Não remova ninguém, a não ser que haja perigo de incêndio, pois as pessoas podem estar com algum membro quebrado, o que prejudicaria mais o seu estado de saúde;
  • Se houver alguma vítima do acidente pelo cinto de segurança, e ele estiver emperrado, corte-o.
  • Mantenha a calma
  • Ficar calmo é essencial. procure agir bem e rápido, mas não às pressas. Procure inspirar confiança, afaste os curiosos e evite comentários trágicos sobre o estado das pessoas machucadas (feridas). Geralmente as que estão em situação pior não são aquelas que gemem e gritam de dor e sim as que ficam caladas em seu canto, ou então estão desacordadas. A pessoa que necessita de ajuda rápida é a pessoa que pode morrer nos próximos instantes, a não ser que seja socorrida imediatamente.


Socorro à Vítima

Por primeiro, você tem que ver se a pessoa está respirando, e cuide para mantê-la respirando. Talvez a vítima esteja consciente, se isso ocorrer, pergunte o que está sentindo e observe possíveis hemorragias. Em hipótese alguma dê líquidos à vítima, e só encoste em ferimentos se for para evitar grande perda de sangue.

Adote o procedimento adequado, segundo o tipo de ferimento observado:

  • Ferimentos leves
  • Hemorragia, hemorragia nasal e/ou hemorragia nos pulmões
  • Fratura
  • Desmaio, estado de choque e convulsões
  • Parada cardíaca e respiratória
  • Omissão de socorro, além de ser uma irresponsabilidade, é crime previsto no Código de Trânsito Brasileiro em seu artigo 304.


Transporte de vítimas

  • O transporte deve ser feito de maneira cuidadosa, pois o contrário só piora o estado da vítima ou agrava seu ferimento.
  • Antes de remover um paciente esteja certo de que seu estado em geral está bom. Por exemplo: que não esteja com hemorragia, com algum membro quebrado, em estado de choque, etc.
  • Não eleve a vítima sem que ela esteja apoiada. O corpo deve estar reto.
  • Proteja sempre a cabeça.
  • A movimentação e o transporte deve ser feito através de maca ou de uma improvisação, com cobertores ou tábua.
  • Imobilize o pescoço.
  • Procure um médico imediatamente .
Fonte: Detran-PR


A Importância do Cinto de Segurança

Os cintos de segurança são o meio mais eficaz que se dispõem para reduzir o risco de ferimentos graves e mortes em acidentes de automóvel. Para sua própria proteção e dos demais ocupantes do veículo utilize sempre os cintos de segurança quando o veículo estiver em movimento. Gestantes e pessoas fisicamente debilitadas também devem utilizar os cintos de segurança, elas estão mais propenças a ficarem seriamente feridas se não estiverem usando cintos de segurança.

O cinto de segurança é um dispositivo simples que serve para proteger sua vida e diminuir as conseqüências dos acidentes. Ele impede, em caso de colisão, que seu corpo se choque contra o volante, painel e pára-brisas, ou que seja projetado para fora do carro. Os passageiros sentados no banco traseiro, sem os cintos de segurança, não somente se põem em perigo, como também colocam em perigo os passageiros dos bancos dianteiros. Numa colisão frontal eles também se moverão para a frente onde podem bater e ferir o motorista ou passageiro do banco dianteiro.

Em uma colisão de veículos a apenas 40km/h, o motorista pode ser atirado violentamente contra o pára-brisas ou arremessado para fora do carro. Alguns motoristas pensam que podem amortecer o choque segurando firmemente no volante. Isto é ilusório, porque a força dos braços só é eficaz a uma velocidade de até 10 km/h.

Estatísticas sobre acidentes mostram que passageiros que usam correntamente os cintos de segurança, têm um risco menor de se ferirem e uma chance muito maior de sobreviverem num acidente. Por este motivo, a utilização dos cintos de segurança é exigida legalmente na maioria dos países.

8 em cada 10 pessoas que não usavam o cinto de segurança morreram em acidentes com pelo menos um dos veículos a menos de 20 km/h. Então não esqueça: Para um longo percurso rodoviário ou para percorrer apenas uma quadra dentro da cidade...

USE O CINTO DE SEGURANÇA!!!
Colaboração : Major QOPM Airton Sérgio Diniz - Subcomandante do 2º Batalhão

Ao Pedestre

  • Procure ser visto pelos motoristas.
  • Pare e olhe para os dois lados, antes de atravessar a rua.
  • Cuidado, o semáforo nem sempre significa segurança total.
  • Ao desembarcar de um ônibus, aguarde sua saída para poder atravessar com segurança.
  • Num cruzamento, quando tiver que atravessar as duas ruas, atravesse primeiro uma, depois a outra. Nunca em diagonal.
  • Faça as travessias sempre com calma, nunca correndo. Um tombo pode significar um atropelamento.
  • Execute as travessias sempre pela faixa de segurança.
  • Utilize as faixa e ande pela direita.


Ao Ciclista

  • Evite andar sozinho em lugares desertos. Pedale com amigos.
  • Nunca ande segurando em veículos em movimento.
  • Não utilize aparelhos de som enquanto pedala. A audição garante sua segurança.
  • Leve sempre algum tipo de documento onde constem informações pessoais.
  • Circule com cautela, evite exibicionismo.


Ao Motorista no Trânsito Urbano

  • Esteja sempre atento a sinalização.
  • Use o cinto de segurança.
  • Transporte as crianças sempre no banco traseiro.
  • Não estacione em fila dupla.
  • Respeite a faixa de pedestres, pare antes dela.
  • Use a via respeitando os limites de velocidade.
  • Mantenha seu veículo sempre em boas condições.
  • Não dirija com sono ou após ingerir bebida alcoólica.


Ao Motorista no Trânsito Rodoviário

  • Mantenha o veículo em boas condições, realizando sua manutenção periódica.
  • Respeite a sinalização existente.
  • Tome cuidado nas ultrapassagens e guarde a distância de segurança do veículo da frente.
  • Sob chuva ou neblina, reduza a velocidade, use luz baixa, não pare na pista e nunca acione o alerta com o veículo em movimento.
  • Nunca viaje com sono ou após ingerir bebida alcoólica.
  • Use sempre o cinto de segurança.
  • Ao deparar-se com um acidente providencie socorro às vitimas, avise a polícia e sinalize o local.


Aos Motociclistas

  • Use capacete, ele é a sua segurança.
  • Procure ser visto, mantenha os faróis de sua moto sempre acesos.
  • Use roupas apropriadas, tais como: jaqueta de couro, luvas, botas, etc.
  • Trafegue pelo meio de sua pista, usando o espaço de um carro.
  • Pilote de modo correto, sem exibicionismo.
  • Lembre-se, é expressamente proibido ao menor de 18 anos, dirigir qualquer tipo de veículo motorizado em via pública.
  • Ande em velocidade compatível com o local, via pública não é pista de corrida.


Às Crianças

  • Escolha as ruas que tenham calçada, ela oferecem melhor segurança.
  • Ande pelo lado direito das calçadas para não atrapalhar outros pedestres.
  • Ao atravessar uma rua faça-o pela faixa, parando antes afastado do meio-fio e aguardando um momento seguro.
  • Não brinque na rua, ela é lugar de veículos.
  • Tome cuidado ao passar por locais por onde entrem e saiam veículos.
  • Formar grupos na calçada tumultuam o trânsito de pedestres e veículos.
  • Não aceite carona de estranhos, bem como balas e doces.
  • Evite ir ou voltar sozinho da escola. No impedimento de seus pais, procure a companhia de seu melhor amigo.
  • Não aceite doces, balas, chicletes ou cigarros de desconhecidos.
  • Evite fazer "rodinhas" na porta da escola, afaste o perigo da presença de estranhos.
  • Em caso de necessidade, peça ajuda ao Policial Militar.
  • Tudo na vida tem sua hora, inclusive dirigir automóveis e motos. Menor conduzindo veículos, é proíbido por lei, além de representar grande risco para si próprio, para os pais e para terceiros, principalmente se vier a envolver-se em acidentes.


Senhores Pais

  • Conduza seus filhos à escola ou entregue-os a pessoas de sua confiança; uma boa pedida é que os vizinhos ou parentes se revezem na tarefa.
  • Nunca esqueça de travar as portas e manter os vidros do seu automóvel sempre fechados.
  • Ao transportar crianças, coloque-as no banco de traz.
  • Use sempre o cinto de segurança.
  • Na volta às aulas, colabore com a fluidez do trânsito e a segurança de seu filho.


Ao Dirigir Traga Consigo

  • Cédula de Identidade
  • Carteira Nacional de Habilitação (CNH)
  • Certificado de Registro e Licenciamento do Veículo
  • Mantenha o seguro obrigatório em Ordem.
  • Dirija com segurança e obedeça a sinalização.

Recomendar esta página via e-mail: