• novas viaturas
  • helicopter_graer
  • Destaque Polícia Militar
  • Destaque Polícia Militar
  • Destaque Polícia Militar
  • Intranet
  • Estado

Policiamento da Capital

05/12/2017

Crianças visitam Quartel do Comando-Geral da PM e interagem com policiais militares

Por Marcia Santos
Jornalista PMPR

O Batalhão de Operações Especiais (BOPE) recebeu cerca de 100 crianças do Instituto João Ferraz de Campos na segunda-feira (04/12) e terça-feira (05/12) no Quartel do Comando-Geral da Polícia Militar e montou uma grande exposição com equipamentos, viaturas para mostrar um pouco trabalho feito pela unidade, deixando os alunos extasiados com a visita.

O instituto atende crianças em situação de vulnerabilidade social e atua em parceria com a prefeitura de Pinhais e com a Secretaria de Assistência Social da cidade, para atender crianças e adolescentes com atividades esportivas e pedagógicas a fim de complementar a formação educacional e também social dos pequenos.

O Comandante do BOPE, tenente-coronel Hudson Leôncio Teixeira, recebeu informações de que um das crianças que participa do projeto fez uma cartinha para o Papai Noel pedindo de presente uma farda do batalhão, pois gosta muito da Polícia Militar. A coordenadora do instituto, Juliana Salvador, entrou em contato com a unidade e, além da entrega da farda, adquirida em parceira com a Associação da Vila Militar (AVM), foram combinadas as visitas a sede para que as crianças pudessem conhecer os equipamentos e viaturas.

“Essas crianças são vítimas de vulnerabilidade social e a Polícia Militar é uma referência para elas. Nós trabalhos no dia a dia com exemplos, e hoje estar no quartel e ser bem recebida pelos policiais é muito importante, acreditamos que daqui pra frente os nossos alunos terão um exemplo positivo, que a PM está a aqui para proteger”, disse a coordenadora.

O tenente-coronel Hudson esteve pessoalmente acompanhando a visita e esteve lado a lado com os alunos na visitação aos estandes das subunidades do BOPE. “Para nós que somos pais e cidadãos é importante, ganhamos mais do que cedemos, e a PM tem feito muito isso espelhando no nosso Comandante-Geral. Esse tipo de trabalho ajuda à crianças, que às vezes não tem acesso à informações, a não terem uma imagem distorcida da corporação”, afirmou.
 

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.