• novas viaturas
  • helicopter_graer
  • Destaque Polícia Militar
  • Destaque Polícia Militar
  • Destaque Polícia Militar
  • Intranet
  • Estado

Operação Verão

09/02/2018

Novo secretário de Segurança Pública visita o Litoral e elogia o trabalho das instituições durante o Verão Paraná 2017/2018

Por Marcia Santos
Jornalista PMPR

Uma comitiva com os principais representantes da cúpula da segurança pública do Paraná, liderada pelo novo secretário da pasta, delegado Julio Reis, esteve em Matinhos e em Guaratuba nesta quinta-feira (08/02) para ver de perto o trabalho da Polícia Militar, do Corpo de Bombeiros, da Polícia Civil e da Polícia Científica durante o Verão Paraná 2017/2018, bem como verificar as projeções para o Carnaval. “A população vai encontrar no Litoral uma polícia totalmente preparada e integrada com vários planejamentos para oferecer mais tranquilidade durante o feriado”, disse o secretário.

“Estamos trabalhando com muita integração entre as instituições. Tenho um respeito muito grande pelo coronel Tortato [PMPR] pelo delegado Naylor [Polícia Civil] proporcionando uma sinergia que beneficia a população. Já tivemos várias ações em que as polícias atuaram de maneira conjunta e os resultados são expressivos, inclusive no Litoral”, apontou Julio Reis. “No carnaval não será diferente, a integração será ainda maior”, completou.

A primeira visita foi à Delegacia Cidadã de Matinhos, onde foram apresentados os resultados da temporada de verão ao secretário. Depois a comitiva seguiu para a unidade do Corpo de Bombeiros de Guaratuba. Os principais índices de criminalidade caíram nos primeiros 50 dias de operação (de 21 de dezembro de 2017 à 07 de fevereiro de 2018) na comparação com o mesmo período da temporada anterior. A queda de roubos (-24,3%), furtos (-12,7%) e o aumento acentuado de prisões (137,6%) contribuíram para uma maior sensação de segurança.

Para o Comandante-Geral da PM, coronel Maurício Tortato, o ápice do Verão Paraná 2017/2018 é o Carnaval e o planejamento de segurança montado para as festas terá a estrutura necessária para manter a segurança nas cidades do Litoral. “Temos um planejamento específico que foi pautado pela virada do ano em que tivemos um fluxo muito grande de pessoas e veículos. A certeza agora é que esta realidade irá se repetir no Carnaval e se traduz numa responsabilidade e do compromisso do Governo do Estado e da Polícia Militar pela segurança pública”, avalia.

O Comandante do 8º Grupamento de Bombeiros (8º GB), tenente-coronel Jair Pereira, destacou que o movimento alto nas praias influenciou o aumento de salvamentos nesta temporada. Nesses 50 dias de verão os guarda-vidas fizeram 1.059 salvamentos, sendo que na temporada anterior foram 891. O número de óbitos, por sua vez, é menor: foram quatro nesta temporada contra nove no mesmo período da anterior.

“Percebemos que as pessoas estão mais displicentes em relação às orientações de segurança no mar. Sempre pregamos que local seguro é onde há posto guarda-vidas, pois a pessoa está sob a proteção de um profissional. Dos mortos por afogamento nesta temporada, dois estavam longe do posto de guarda-vidas e outros dois entre postos, ou seja, em locais sinalizados com bandeira preta e onde não há condições de banho”, explica.

De acordo com o coordenador do Verão Paraná 2017/2018 pela Polícia Civil, delegado Miguel Stadler, o trabalho integrado entre as forças de segurança e o aumento das investigações auxiliaram no aumento de prisões em flagrante (30%) e de outros procedimentos cartorários (de 21 de dezembro de 2017 à 07 de fevereiro de 2018) em comparação com o mesmo período do ano anterior. “Tivemos várias operações e a maior parte delas integradas juntamente com as outras forças policiais que estão apoiando as ações no Litoral”, aponta.

Na área ambiental o Batalhão de Polícia Ambiental Força Verde (BPAmb-FV) encaminhou 32 pessoas e atendeu 10 ocorrências de crimes contra a fauna, outras 13 contra a flora, bem como 23 casos de delitos praticados na área de pesca desde o início do Verão Paraná 2017/2018 até agora. “Nosso efetivo no Litoral do estado para o Verão Paraná foi aumentado em torno de 50% o que culminou na prisão de elementos que cometeram a captura e caça ilegal de aves que são nativos do biossistema da Mata Atlântica”, afirma o Subcomandante da unidade, major Manoel Jorge dos Santos Neto e encontraram no litoral os comandantes e chefes da segurança durante o carnaval Verão Paraná 2017/2018.

Nas rodovias estaduais houve 47 acidentes nesses 50 dias de Verão Paraná 2017/2018, com 32 feridos e nenhum óbito em todo o Litoral. Foram lavradas 1.706 autuações de trânsito e 4.984 imagens de radar de excesso de velocidade.

Além disso, a unidade empregou a biometria digital embarcada a fim de testar um novo sistema de identificação no momento da abordagem a fim de agilizar os procedimentos e verificar pessoas foragidas da justiça e com a CNH suspensa ou cassada. “Estamos desenvolvendo esse projeto para que ele seja multiplicado por todo o estado”, disse o Comandante da 1ª Companhia do Batalhão de Polícia Rodoviária (BPRv), capitão Idevaldo de Paula Cunha.

O secretário Julio Reis veio ao Litoral acompanhado pelo Comandante-Geral da Polícia Militar, coronel Maurício Tortato, pelo delegado-geral da Polícia Civil, delegado Naylor Gustavo Robert de Lima, pelo Comandante do 6º Comando Regional da PM (6º CRPM), coronel Chehade Elias Geha, do Comandante do 8º Grupamento de Bombeiros (8º GB), tenente-coronel Jair Pereira, do Comandante do 9º Batalhão de Polícia Militar (9º BPM), tenente-coronel Rui Noé Barroso Torres, bem como de comandantes de unidades da PM, integrantes da Polícia Civil e da Polícia Científica.

Eles verificaram o andamento das ações integradas entre as forças de segurança pública do estado e foram recepcionados pelo Secretário Chefe da Casa Militar e Coordenador-Geral do Verão Paraná 2017/2018, coronel Elio de Oliveira Manoel.
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.