• novas viaturas
  • helicopter_graer
  • Destaque Polícia Militar
  • Destaque Polícia Militar
  • Destaque Polícia Militar
  • Intranet
  • Estado

Policiamento da Capital

09/03/2018

APMG comemora 47 anos durante solenidade com entrega do Espadim Tiradentes e medalha de Mérito de Ensino

Por Marcia Santos
Jornalista PMPR

Durante a manhã ensolarada desta sexta-feira (09/03), a Academia Policial Militar do Guatupê (APMG), localizada em São José dos Pinhais, Região Metropolitana de Curitiba, comemorou seus 47 anos de existência em uma cerimônia que contou com a presença de autoridades civis e militares, bem como convidados e a comunidade. Na solenidade houve também a entrega do Espadim Tiradentes (arma símbolo do cadete) aos 14 integrantes do 1º ano do Curso de Formação de Oficiais (CFO) e da medalha de Mérito de Ensino.

O Secretário Chefe da Casa Militar da Governadoria, coronel Élio de Oliveira Manoel, representou o governador Beto Richa no evento e lembrou dos investimentos feitos pelo governo na PM nos últimos anos. "O governador tem muito respeito e admiração pela Polícia Militar, basta observarmos os investimentos feitos nos últimos anos, como a contratação de policiais e a aquisição de novas viaturas e armamentos, além do apoio em projetos importantes", apontou o secretário.

“Em 25 anos de atividade policial tenho a visão da importância da APMG e a necessidade da constante capacitação. Toda vez que uma equipe vai à rua fazer uma abordagem ou operação, quanto mais capacitado está o policial mais tranquila fica a sociedade”, disse o Secretário de Segurança, Júlio Reis, que também parabenizou os cadetes. “Acredito que no final desses três anos eles sairão verdadeiramente preparados para proteger a população paranaense”, acrescentou.

A APMG foi inaugurada em 08 de março de 1971 e desde então ocupa um lugar de destaque no cenário nacional na educação. Neste 47 anos a instituição vem cumprindo com sua missão baseada nos pilares da disciplina, trabalho e instrução voltada ao ensino e à pesquisa, visando a formação, habilitação, especialização, capacitação e atualização profissional dos militares estaduais.

O Subcomandante-Geral da PM, coronel Arildo Luis Dias, além de comemorar o desenvolvimento da APMG nestes anos também destacou a importância do momento em que os cadetes do 1º ano recebem o Espadim. “Para nós, Polícia Militar, o cadete ingresso representa a renovação e esperança de um futuro melhor, de novas ideias, novas tecnologias e novas concepções, sem perder a essência que é a disciplina, a hierarquia, o trabalho e a instrução”, disse.

“A data de hoje é simbólica e importante para a APMG e a Polícia Militar. Nestes anos nos consolidamos na área do ensino policial e bombeiro militar na parte de técnica profissional, nos estruturando em novas tecnologias e, principalmente, nesta vinculação acadêmica com a Unespar, quando podemos certificar e fazer cursos de graduação e pós-gradação. Entramos em uma nova fase e a instituição está cada vez mais em um desenvolvimento educacional de alta qualidade”, destacou o Diretor de Ensino e Pesquisa (DEP) e Comandante da Academia Policial Militar do Guatupê (APMG), coronel Mauro Celso Monteiro.

MEDALHA - Durante o evento foi entregue a Medalha Mérito de Ensino aos professores e instrutores da APMG, militares e civis que atuam nos núcleos de ensino da PM em todo o estado, como forma de gratidão e reconhecimento pelo empenho e dedicação à instituição. A honraria foi instituída pela portaria do Comandante-Geral nº 1027 de 17 de agosto de 2009 com a finalidade de atribuir reconhecimento aos militares e civis.

A Medalha Mérito de Ensino da APMG foi dividida em: Medalha Policial Militar “Coronel Dagoberto Dulcídio Pereira” e Medalha Bombeiro Militar “Coronel Rene Raul Vegerro Silva”. “Fico honrada em receber esta medalha e ser agraciada na minha carreira. Sou fisioterapeuta formada há 28 anos e há 24 estou na PM, desde então atendo os militares que estão em formação e os dependentes dos militares administrativos”, afirmou a sargento Claudia Cornelio Sayde.

O promotor Jorge César de Assis, instrutor de Direito Penal Militar material e processual, atuou na APMG até 1995 quando saiu da PM para entrar no Ministério Público. “Retornei para a Academia no ano passado e a parabenizo por todo o desenvolvimento. Agora os cursos de pós-graduação colocarão a instituição num ponto elevado de ensino, não só militar, mas no geral. É um momento especial para a Polícia Militar do Paraná”, ressaltou.

ESPADIM – Esta denominação foi dada como forma de homenagear, o ilustre Joaquim José da Silva Xavier “Tiradentes”, patrono de todas as polícias militares do Brasil, pelos grandes e relevantes serviços prestados à nação. A origem do espadim remete-se à Rússia dos Cazares quando Alexandre III, comandante do exército russo, mandou um armeiro fabricar pequenas espadas de aço decoradas com marfim e bronze.

Os alunos do primeiro ano do Curso de Formação de Oficiais (CFO) ingressaram na APMG após serem aprovados no vestibular da Universidade Federal do Paraná (UFPR) e terem enfrentado testes de seleção. A adaptação deles à vida militar se deu por diversas atividades desenvolvidas na chamada quarentena, em que passam por instruções, orientações, atividades esportivas, exercícios de campo, confraternização e prestação de serviços à comunidade.

Nesta cerimônia os cadetes receberam, dos seus padrinhos ou madrinhas, o Espadim, que será portado por eles até o final do curso, quando, em solenidade oficial, o entregam novamente e recebem a espada de oficial da corporação. A arma símbolo do cadete é feita de aço, ouro e marfim, e tem na lâmina a inscrição em latim “prolege vigilanda”, que significa “vigilância da lei”.

São 14 cadetes, sendo 13 homens e uma mulher. “É uma etapa de ingresso que cumprimos para simbolizar nossa carreira na PM. A partir de agora cumpriremos esta missão. A dedicação diária vem da vontade de representar esta corporação e fazer algo para termos um futuro melhor”, afirma a cadete Paola Simonini Pereira.

“É uma vitória receber este símbolo de honra que há tanto tempo é entregue para os oficiais da Polícia Militar em homenagem ao Patrono de todas as polícias do Brasil. É a realização de um sonho e meu pai é meu exemplo, pois todo dia eu via ele chegar em casa com a farda da corporação. Ele sempre me deu força e sem dúvida nenhuma é minha inspiração”, afirma o cadete Matheus Hatschbach da Silva.

Para o sargento Eduardo Wilkosz, pai do cadete Hatschbach, ver o filho receber o Espadim é algo inesquecível para toda a família. “É um orgulho muito grande, pois sempre procurei dar o meu melhor e agora é muito importante ver ele entrar na corporação que eu tanto me dediquei. Neste momento vem todas as lembranças e histórias vividas neste local. Hoje meu filho inicia um ciclo especial em sua vida”, finaliza.

Participaram do evento o Comandante do 5º GAC-AP, tenente-coronel Sanzio Ricardo Rocha Gusmão, representando o General de Brigada Rodrigo Pereira Vergara; o major Lima, representando o coronel Sérgio Mesquita dos Santos, Comandante do Colégio Militar de Curitiba (CMC); o Comandante do 2º centro Integrado de Defesa e Controle de Tráfego Aéreo, tenente-coronel Cícero; o juiz da 14ª Vara Federal de Curitiba, Marcos Josegrei da Silva; o secretário de Segurança Pública e Administração Penitenciária, Júlio Reis; o secretário chefe da Casa Militar, coronel Elio de Oliveira Manoel; o Subcomandante-Geral da PM, coronel Arildo Luis Dias; o Diretor-Geral da SESP, tenente-coronel Orlando Artur da Costa; o Diretor da Diretoria de Apoio Logístico (DAL), tenente-coronel João de Paula Carneiro Filho; o Diretor de Ensino e Pesquisa (DEP) e Comandante da Academia Policial Militar do Guatupê (APMG), coronel Mauro Celso Monteiro; o Ajudante-Geral da PM, coronel Reginaldo Silva de Oliveira;

Também participaram da solenidade o prefeito de Campina Grande do Sul, Bihl Elerian Zanetti; o secretário de Segurança de São José dos Pinhais, Marco Antônio Setim; a vice-reitora da Universidade Federal do Paraná, Vanessa Rasoto; o Presidente da Associação da Vila Militar (AVM), coronel Washington Alves da Rosa; o Presidente da Associação dos Oficiais Policiais e Bombeiros Militares do Paraná (ASSOFEPAR), coronel da reserva Isaías de Farias; a Presidente da Cruzada Social Cosme e Damião, Maria Cristina Albiero Betes; além de demais autoridades, convidados, familiares e a comunidade.

BAILE – Ainda hoje, às 20h30, ocorrerá o tradicional Baile do Espadim no Círculo Militar do Paraná, localizado no Largo Bittencourt, nº 187, região Central de Curitiba. Os convites foram vendidos antecipadamente, mediante reserva. A festa contará com a presença de oficiais e autoridades militares e civis, além dos familiares e convidados dos cadetes, para comemorar a primeira fase deles na Academia.
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.