• novas viaturas
  • helicopter_graer
  • Destaque Polícia Militar
  • Destaque Polícia Militar
  • Destaque Polícia Militar
  • Intranet
  • Estado

Policiamento da Capital

13/06/2019

“Educando Crianças Para o Trânsito”: projeto, desenvolvido pela PM de São João, transforma ruas da cidade em salas de aula

Por Marcia Santos
Jornalista PMPR

Já pensou estar dirigindo pela cidade e, de repente, ser parado por uma blitz policial formada exclusivamente por crianças? É exatamente o que a população de São João, no Interior do Paraná, presenciou nas vias da cidade de uns tempos pra cá.

Na atividade mais recente, que aconteceu na última terça-feira (11/06), a Polícia Militar, por meio do 3º Batalhão de Polícia Militar (3º BPM) – que pertence ao 5º Comando Regional de Polícia Militar (5º CRPM) – levou cerca de 15 meninos e meninas, com idades entre 5 e 6 anos, às ruas da região, para a realização de aulas práticas de conscientização no trânsito, dando continuidade ao projeto “Educando Crianças Para o Trânsito”, já desenvolvido pela Corporação desde maio.

O projeto em questão é um planeamento do Poder Público junto ao Conselho de Segurança do município, e os ensinamentos são ministrados nas salas de aula da Escola Municipal Castro Alves, para meninos e meninas do Pré II. Lá, cidadania, educação no trânsito, higiene e primeiros socorros são apenas alguns dos temas expostos desde maio, mês em que a ação começou a ser executada.

 “Investir na educação é melhor do que reeducar”, afirma um dos policiais encarregados por conduzir as atividades, o cabo Anderson Goldacker. “Nosso objetivo principal é demonstrar às crianças que o policial está do lado das pessoas boas. Por isso, como agentes de segurança pública, fazemos o possível para que estes garotos cresçam com a consciência de que tomar atitudes certas, sem dúvida alguma, é a melhor escolha”, completa. E o caminho para o alcance mais efetivo dos objetivos idealizados foi propor o envolvimento maior dessas crianças nas aulas, que passaram a ser conduzidas fora das quatro paredes de ensino.

O tradicional uniforme escolar deu lugar à fardinhas da PM, e o ambiente acadêmico foi substituído pelo mundo de opções de aprendizagem que o trânsito pode oferecer.  Nas ruas, os garotos se transformam, ao menos por um dia, em policiais militares mirins, e atuam na aplicação de “mini multas” aos infratores, que se comprometiam, a partir disso, com a entrega de um pacote de doce aos alunos, uma junção de colaboração e conscientização que, para o 3º Batalhão, tem tudo para dar certo.

O cabo ainda conta que a ideia surgiu em 2018, e que o foco da Corporação, de maneira arrojada, era aproveitar a campanha do “Maio Amarelo” deste ano (2019) para dar início aos procedimentos. “Quando idealizamos tudo, precisamos correr com toda a documentação e burocracia para conseguirmos arrecadar recursos para as fardas que os alunos utilizam durante as atividades, e os demais gastos para a confecção de banners, cartazes e as nossas ‘mini multas’”, conta.

As próximas aulas práticas estão programadas para acontecer na cidade de Coronel Vivida. Toda a parte teórica da ação vai até o mês de setembro, quando o projeto será finalizado com a realização de uma formatura. Os que participaram do projeto serão agraciados com a entrega de lembranças e de um certificado de conclusão.
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.