• novas viaturas
  • helicopter_graer
  • Destaque Polícia Militar
  • Destaque Polícia Militar
  • Destaque Polícia Militar
  • Intranet
  • Estado

Interior

22/01/2010

Polícia Militar apreende drogas e armas em Paranaguá

A Força Samurai prendeu nesta madrugada (22), em Paranaguá, quatro pessoas envolvidas com o tráfico de drogas. Na ação policial foi apreendida ainda grande quantidade de dinheiro em cédulas de pequeno valor, drogas e uma arma.

A ocorrência teve início quando os policiais militares estavam na Vila Horizonte, observando um possível ponto de tráfico de entorpecentes. Ao abordarem e revistarem Lincoln Felipe Araújo, de 25 anos, que estava em frente à residência, os PM´s encontraram um revólver calibre 32, e mais 24 pedras de crack, embaladas, prontas para a venda.

Dentro da casa estava Josimara do Carmo Araújo, de 26 anos, e lá havia mais 67 pedras prontas para a venda e 100 gramas de maconha. Ela negou a posse dos entorpecentes e disse que poderia ser do seu esposo, que naquele momento não estava em casa. Lincoln levou a equipe policial até o local onde ele tinha comprado a droga, na Ilha dos Valadares.

Ao ver os policiais chegando as pessoas que estavam na frente da casa fugiram, entretanto Alexandre Nascimento Cora, de 28 anos, não escapou, com ele os PM´s encontraram uma embalagem de vidro, cheia de pedras de crack, além de outras substâncias entorpecentes. No pátio da casa estava Tiago Nascimento Cora, de 22 anos, irmão de Alexandre, que também foi preso por porte de substância entorpecente. Ele estava com três pedras embaladas para a venda e mais nove pedras guardadas no armário da cozinha.

Os quatro presos, as drogas, a arma e o todo o dinheiro apreendido foram encaminhados para a Delegacia de Paranaguá para a lavratura do flagrante.

Só nesta abordagem policial foram tiradas de circulação 97 pedras de crack, embaladas prontas para a venda, mais 12 pedras grandes, seis buchas de cocaína, uma embalagem de vidro com mais de 200 pequenas pedras de crack, 100 gramas de maconha, aproximadamente quatro mil reais, em cédulas e moedas, além de um revólver calibre 32.
Jornalista PMPR: Marcia Santos
Texto e fotos: Fernando Saraiva, Soldado PM e Jornalista


Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.