Revolução de 1930

A Revolução de 1930 foi o movimento armado, liderado pelos estados de Minas Gerais, Paraíba e Rio Grande do Sul, que atingiu o ápice com o golpe de estado, que impediu a posse do presidente Julio Prestes e pôs fim à Republica Velha. O Governo do Estado antes de abandonar o poder, telefonou ao comando da Força, para que não houvesse derramamento de sangue, pois iria sair do Estado e para que a Força Policial não oferecesse resistência à revolução.                  

Diante de tão delicada situação, o Comandante José Cândido da Silva Muricy resolveu deixar o cargo, e passou o comando ao seu substituto imediato o Cap. Gaspar Peixoto da Costa. A Força Policial, que até então se achava fiel e pronta para defender as autoridades constituídas de nosso Estado, não vacilou diante da situação imprevista, procurando seu Comandante, entrar em entendimento com as altas autoridades do Exército, do qual resolveu aderir o movimento revolucionário.

Após a vitória da revolução, a Força Policial do Estado do Paraná, persistiu trabalhando com dedicação para consolidar a obra revolucionária.  Os seus elementos continuam em diversos setores de administração a zelar e defender os princípios revolucionários, para que os Estados conseguissem finalmente desfrutar a situação de destaque no conceito da federação.

  • 1º Batalhão da Força Militar do Paraná