Réveillon 2020 nas praias do Paraná tem menos furtos e casos de perturbação de sossego
02/01/2020 - 10:00

 

A Polícia Militar do Paraná mobilizou centenas de policiais militares para a proteção dos veranistas e moradores que escolheram comemorar a chegada de 2020 no Litoral do estado. A aplicação racional de efetivo, aliada às tecnologias e estratégia, resultou na redução dos casos de furtos (25%) e de perturbação de sossego (19%), comparando-se os dias 31 de dezembro e 1º de janeiro com os mesmos dois dias da temporada anterior. O índice de homicídio manteve-se estável, um em cada período.

O Subcomandante do 9º Batalhão de Polícia Militar (9º BPM), major Luciano Romão, explicou que o esforço da PM foi no sentido de estar presente desde as rodovias, vias urbanas de acesso aos municípios, até os grandes centros comerciais, está fazendo a diferença. “Milhares de pessoas em shows e eventos simultâneos e a segurança garantiu a tranquilidade com uma grande mobiliação de efetivo, tecnologia e inteligência. Proteção social com padrão internacional para grandes eventos”, disse.

De acordo com a estatística da PM, houve redução de 25% dos casos de furtos (de 55 caiu para 41), e queda de 19% (de 97 diminui para 79) nos casos de perturbação de sossego, comparando-se os dias 31 de dezembro e 1º de janeiro desde ano com os mesmos dias da temporada passada. Os roubos se mantiveram estáveis (seis ocorrências para cada período).

Na noite de Réveillon, a PM acompanhou a concentração de público (mais de 2,5 milhões) na orla das cidades de Matinhos, Guaratuba e Pontal do Paraná. Equipes em módulos móveis, distribuídos em pontos dos balneários, entregaram pulseirinhas de identificação para crianças e idosos, a fim de evitar casos de desaparecimento, bem como fizeram orientações, acompanhamentos e encaminhamentos.

O policiamento preventivo foi intensificado nos pontos de festa e de trios elétricos. Viaturas e motocicletas patrulharam as regiões para inibir qualquer tipo de crime. Os trabalhos contaram com os efetivos do Verão Maior 2019/2020, com apoio da Academia Policial Militar do Guatupê (APMG), do Batalhão de Operações Especiais (BOPE) e da Companhia Tático Móvel de Trânsito (COTAMOTRAN) do Batalhão de Polícia de Trânsito (BPTran), além de aeronave do Batalhão de Polícia Militar de Operações Aéreas (BPMOA) e do policiamento com bicicletas.

TECNOLOGIA – Onde os olhos dos policiais militares não alcançaram, as câmeras de alta resolução do Posto de Observação Elevada (POE) permitiram o monitoramento do público à longa distância. O equipamento, da Diretoria de Desenvolvimento Tecnológico e Qualidade (DDTQ), foi empregado em Guaratuba. Em Matinhos foi utilizado um ônibus com tecnologia semelhante, o qual fez monitoramento de pontos específicos de maior concentração de pessoas.

GALERIA DE IMAGENS