Batalhão de Patrulha Escolar Comunitária faz nivelamento do efetivo com palestras e instruções na Capital
09/02/2021 - 12:00

Marcia Santos
Jornalista Responsável

 

Os integrantes do Batalhão de Patrulha Escolar Comunitária (BPEC) passam por instruções de nivelamento em todo o estado nesta segunda-feira (08/02) e terça-feira (09/02) em preparação para a retomada das aulas previsto para este mês. Os integrantes das cinco Companhias distribuídas no estado acompanham as atividades por videoconferência.

O Comandante da unidade, tenente-coronel Marcelo Toniolo, que já atua na área da educação como professor e também foi diretor, explica que o nivelamento é para aprimorar a qualidade técnica dos policiais militares para o ano letivo que está para começar em todo o estado. 

“No último ano, os policiais militares do BPEC aprenderam muitas coisas e viveram novas realidades ao atuarem em outras unidades, onde adquiriam novas experiências. Todos os anos o BPEC lança um tema norteadores com palestras para todos os policiais nos colégios onde atuam, e a partir de hoje vamos trabalhar assuntos para instruir os policiais a atuar integrados com os professores e com toda a comunidade escolar”, disse.

O nivelamento ocorre no auditório do Colégio Adventista do Portão, na região Sul da capital. Na abertura dos trabalhos, o tenente-coronel Toniolo agradeceu ao Gestor Administrativo do Colégio Adventista, professor Fernando Cardoso Furtado, ao emprestar as instalações ao BPEC para o nivelamento. “É uma honra receber a PM aqui. O Colégio Adventista tem como fundamento os valores morais e pátrios e uma das coisas que ensinamos aos nossos alunos é obedecer e admirar e apoiar as instituições oficiais do nosso país, e a PM é uma boa parceira da educação adventista”, disse o professor.

A primeira palestra do dia foi do tenente-coronel Toniolo sobre a importância da especialização dos integrantes do BPEC e trouxe aos policiais militares reflexões sobre comportamento profissional. Depois, o Coordenador dos colégios cívico-militares pela Secretaria da Educação, coronel Marcelo Caetano Pereira, explanou sobre a atuação no programa.

A integrante da Coordenação de Legislação, Instrução, Pesquisa e Perícia da COGER, capitão Carolina Pauleto Ferraz Zancan, também participou da instrução e palestrou ao efetivo sobre o tema Violência Doméstica: Questões práticas e policiais. 

Já na manhã de terça-feira (09/02), a Chefe de Planejamento do BPEC, capitão Denise Marília Silva explanou a primeira palestra do dia sobre o tema norteador do ano de 2021: respeito às diferenças e ao direito do próximo. Segundo ela, os policiais militares passarão pelos dias de nivelamento e na quarta-feira (10/02) já estarão preparados para serem inseridos nos colégios para participar das reuniões pedagógicas e, assim, traçar o planejamento de atuação juntamente com professores e diretores.

“Todo policiamento especializado requer uma capacitação diferenciada e aprimorada, então temos essa característica e somos reconhecidos pela comunidade escolar, tanto que pedem o atendimento do BPEC preferencialmente, porque são policiais que sabem lidar e todo desenvolvimento dos trabalhos, a dinâmica para trabalhar com as escolas e desenvolver programas na parte da prevenção”, explicou. 

Para o Coordenador Pedagógico da 1ª Companhia do BPEC, sargento Maurício Lopatiuk, as instruções são necessárias para desenvolver um bom trabalho com a comunidade escolar. “Estamos entrando num ano diferenciado e vai ser um marco para a área da educação, então é muito importante nós enquanto integrantes da Polícia Militar e da educação, estarmos  preparados. Estamos ansiosos para ouvir os profissionais da Secretaria de Estado da Educação, que são fundamentais na nossa formação para que a gente possa desenvolver um bom trabalho”, disse.

Já o sargento Andrade, também da 1ª Companhia do BPEC, destaca que é a credibilidade da unidade com a comunidade que acaba fortalecida com o aperfeiçoamento dos policiais militares. “É um momento de conhecer novas técnicas, se atualizar no dia a dia, ainda mais para nós, que nosso pilar de trabalho é com o Estatuto da Criança e do Adolescente, então participamos de palestras relacionadas a esse tipo de assunto, sobre Direitos Humanos, Estatuto do Adolescente, e agora, também, sobre o Estatuto do Idoso, então todas as normativas são importante no nivelamento para atualizar a mudança de lei”, afirmou.

A abertura do nivelamento foi presidida pelo tenente-coronel Toniolo, e contou com a presença da Coordenadora de Projetos da Secretaria Educação, Danisa Paula Soares Duarte, e da Chefe do departamento de Gestão Escolar, Isabel Cristina de Almeida Mota.

GALERIA DE IMAGENS

Últimas Notícias