Golpe faz vítima perder mais de R$ 4 mil e crime é registrado pela Polícia Militar em São Jorge D’Oeste, no sudoeste do estado
18/04/2022 - 13:00

Policiais militares do 3º Batalhão da Polícia Militar, integrante do 5º Comando Regional de Polícia Militar (5º CRPM), registraram uma ocorrência de estelionato em que a vítima teve um prejuízo de mais de R$ 4 mil reais na zona rural de São Jorge D’Oeste, no sudoeste do Paraná. A situação aconteceu na tarde da última quinta-feira (14/04).


A vítima relatou aos policiais que sua esposa recebeu mensagens no celular, pelo aplicativo WhatsApp, de uma pessoa que se passou pela filha do casal. De acordo com informações da unidade, o golpista afirmou pelas mensagens que havia trocado de número e precisava de dinheiro para resgatar um cheque.


O estelionatário pediu R$ 1.257,00 e depois que o casal repassou o dinheiro, pediu mais R$ 3.115,00. As vítimas perceberam que era um golpe depois que transferiram o segundo valor e foram até a Polícia Militar para registrar o boletim de ocorrência e constataram a instituição financeira. O prejuízo total do casal foi de R$ 4.372,00.


GOLPES - A Polícia Militar orienta que as pessoas não realizem nenhum tipo de movimentação financeira antes de confirmar a procedência do pedido. Caso o pedido de transferência seja feito por mensagens, é importante ligar para o número antigo da pessoa e confirmar se ele realmente foi trocado.


De acordo com a Polícia Militar, muitos estelionatários pegam a foto de perfil da rede social de uma pessoa e se passam por ela para pedir dinheiro aos contatos. É importante alertar que esse golpe não é a clonagem do aplicativo de mensagens, mas apenas o uso da foto da pessoa para se passar por ela com outro número.


Para evitar perder dinheiro, é importante olhar os dados do boleto bancário que o contato passou e confirmar se estão no nome da pessoa conhecida. Caso esteja em nome de terceiros, o melhor a se fazer é desconfiar e não depositar.


PREVENÇÃO – Para prevenir de cair nesse tipo de golpe, a Polícia Militar salienta que é preciso desconfiar de um número diferente com a foto de um conhecido e avisar a pessoa. Além disso, é possível denunciar o número no campo de dados do contato.