No Dia Nacional do Ciclista, PM destaca cuidados com veículos frágeis no trânsito
19/08/2021 - 18:28

No primeiro semestre deste ano, dos 2.267 acidentes registrados pelo Batalhão de Policiamento de Trânsito (BPTran), da Polícia Militar do Paraná, 126 envolveram pessoas pilotando bicicletas, o que representa 5,56% do total de casos. Houve uma redução de 5,97% em relação aos primeiros seis meses de 2020, quando foram registrados 134 acidentes. Neste ano um ciclista morreu. No ano passado, no primeiro semestre, não houve óbito. Normalmente, mais de 80% dos ciclistas envolvidos em acidentes ficam feridos, de acordo com o BPTran.

No Dia Nacional do Ciclista, comemorado nesta quinta-feira, 19 de agosto, o BPTran reforça alguns deveres e cuidados dos motoristas e ciclistas. Muito frágil e sujeita aos impactos do trânsito, a bicicleta se destacou ainda mais no período da pandemia, quando muita gente evitou o uso de transporte coletivo. Comparando os anos de 2019 e 2020, a Associação Brasileira do Setor de Bicicletas (Aliança Bike) registrou aumento em torno de 50% nas vendas em todo o Brasil. Além de representar uma alternativa econômica, a saúde de quem pedala também recebe benefícios. No entanto, alguns cuidados não podem ser deixados de lado.

Entre as orientações, o comandante do BPTran, tenente-coronel Mário Henrique do Carmo, ressalta que as canaletas de ônibus biarticulados são espaços de risco e não devem ser utilizados. “Não podemos esquecer que pela canaleta transitam veículos de grande porte e, numa situação em que eles precisem fazer uma frenagem de emergência, logicamente, a distância percorrida até que o veículo pare é muito maior, em razão do peso.”

A circulação de bikes deve ocorrer, preferencialmente, em ciclovias, ciclofaixas ou acostamento. Nas condições em que isso não é possível, porém, elas dividem espaço com os veículos automotores. “O ciclista pode compartilhar as vias destinadas aos veículos, utilizando sempre o mesmo sentido de direção que os veículos, nunca na contramão de direção, e sempre junto ao meio-fio. Pela Lei, o motorista é obrigado a manter distância de 1,5 metro da lateral dos ciclistas”, explica o comandante do BPTran. "Cabe lembrar, ainda, que não é permitido aos ciclistas ocupar espaços destinados a pedestres, salvo onde a sinalização indique essa possibilidade.

O uso de capacete, proteções e refletores é altamente recomendado, apesar da não obrigatoriedade, podendo salvar vidas. O tenente-coronel Carmo orienta que durante a noite, os ciclistas utilizem luzes e vestimentas de cor clara. O capacete é essencial pra proteção em caso de queda. Também é importante um calçado adequado.

DIA NACIONAL DO CICLISTA - O dia 19 de agosto é celebrado como Dia Nacional do Ciclista, em memória do biólogo Pedro Davison, que morreu após ser atropelado pedalando em Brasília, em 2006. O motorista do carro que causou a fatalidade estava alcoolizado e, ao longo das investigações, a situação que era considerada um acidente passou a ser tratada como crime, levando à condenação do réu por homicídio doloso.

GALERIA DE IMAGENS

Últimas Notícias