PM cumpre 13 mandados judiciais no bairro Prado Velho e apreende adolescentes envolvidos com o tráfico, em Curitiba
27/07/2021 - 12:09

Uma operação do 12° Batalhão da Polícia Militar, pertencente ao 1° Comando Regional da PM (1º CRPM), cumpriu nesta manhã (27/07) 13 mandados judiciais no bairro Prado Velho, em Curitiba, por meio da Operação Rédea Curta. São nove mandados de busca e apreensão domiciliar e quatro de busca e apreensão de adolescentes. O objetivo da operação foi identificar e apreender adolescentes utilizados por adultos no crime de tráfico, bem como maiores envolvidos.

 

“As pessoas esperam uma resposta das forças de segurança, e a PM tem procurado dar essa resposta de uma maneira bem consistente, ágil e planejada. Acho que o impacto vai ser positivo para as pessoas que moram ali e para a comunidade no geral”, avalia o Comandante do 12º Batalhão da PM, Major Marcelo Krainski de Lima. “Nós estávamos já com várias denúncias em relação ao local, isso acabou fazendo com que a gente fosse atrás de maiores informações, e a operação de hoje foi a resposta à comunidade”, completa.

 

Em ação controlada, nos últimos meses, os agentes da Agência Local de Inteligência do 12º BPM (ALI/12º BPM) fizeram vigilâncias e análises onde foi possível identificar os alvos das ações. Após a constatação de atos criminosos, envolvendo o tráfico de drogas, foi apresentado relatório circunstanciado junto ao Ministério Público, para a emissão dos mandados.

 

Ao todo, a Operação apreendeu e encaminhou quatro adolescentes (três de 15 anos e um de 17). As equipes também apreenderam, aproximadamente, cinco quilos de maconha e uma espingarda, de calibre .28. As ações possibilitaram, ainda, a prisão de um homem que tinha um Mandado de Prisão em aberto em seu nome pelo crime de Estupro de Vulnerável.

 

Para o major, a ação vai refletir também como uma alerta sobre o uso de menores no crime. “Para a PM o maior impacto é mostrar à sociedade que existem pessoas usando crianças e adolescentes neste crime, o tráfico de drogas. Por isso a PM tem buscado prevenir estas ações criminosas e coibir o tráfico por meio de operações pontuais e controlas como a Rédea Curta”, explica.

 

Ainda de acordo com o major, além do Ministério Público, a operação teve apoio da Vara da Infância e Juventude, que colaborou quando soube que tinha essa relação e esse envolvimento de menores no crime e no tráfico. Em apoio ao 12º Batalhão de Polícia Militar (12º BPM), também participaram da operação equipes da Rondas Ostensivas Tático Móvel (ROTAM), da Rondas Ostensivas com Aplicação de Motocicletas (ROCAM) e do Batalhão de Operações Especiais (BOPE).

 

“Temos, acima de tudo, que valorizar nossos policiais, em especial, nesta operação, os do setor de inteligência que não mediram esforços em identificar os pontos, e também de suas atividades diárias, que não são fáceis, demonstrando profissionalismo e dedicação na atividade, pois desta forma podemos dar as respostas que a população espera da Polícia Militar do Paraná”, enfatiza o Comandante do 12º BPM.

 

Os quatro menores apreendidos foram para a Delegacia do Adolescente e o homem adulto encaminhado à à Delegacia de Vigilância e Capturas. “Eu acredito que é uma resposta contundente, principalmente para a comunidade local, visto que agora as coisas tendem a ficar mais tranquilas para as pessoas de bem que moram ali, e a gente sabe que a maioria lá são pessoas de bem”, conclui.

GALERIA DE IMAGENS

Últimas Notícias