PM dispersa grupo em posto de combustível e interrompe duas reuniões familiares na região dos Campos Gerais
19/03/2021 - 10:00

Marcia Santos
Jornalista Responsável

 

Na noite desta quarta e quinta-feira (17 e 18/03), policiais militares do 1º Batalhão de Polícia Militar (1º BPM), pertencente ao 4º Comando Regional da PM (4º CRPM), fizeram patrulhamento na região dos Campos Gerais do Estado e atenderam ocorrências em cumprimento às medidas sanitárias estabelecidas pelo Governo do Estado para conter o avanço da Covid-19. Durante as ações, foram dispersadas 12 pessoas aglomeradas em um posto de combustível e encerradas duas festas familiares.

Conforme relatório da unidade, os militares estaduais contaram com o apoio dos fiscais da prefeitura municipal para abordar e orientar 12 pessoas que encontravam-se em um posto de combustível, em Carambeí, descumprindo as regras contidas no Decreto Estadual nº 7.122/2021, as quais determinam, entre elas, a circulação de pessoas entre às 20 horas e às 5 horas.

Já no início da noite de segunda-feira, em Ponta Grossa, um médico e uma enfermeira relataram à PM que duas mulheres, uma delas testada positivo com o coronavírus, foram até a Unidade de Saúde Rômulo Pasinato e provocaram tumulto, além de exigirem diversos medicamentos, de acordo com informações da unidade, que ainda relatam que as mulheres filmaram toda a situação e fizeram publicações inverídicas na rede social.

Ainda de acordo com o relatório da PM, na quinta-feira (18/03), no município de Castro, duas festas familiares foram interrompidas, já que aproximadamente dez pessoas, em cada residência, encontravam-se nos locais. Todos foram orientados e os proprietários das residências encerraram as aglomerações.

Os policiais militares também fizeram várias fiscalizações pró-ativas e atenderam denúncias nos bairros de abrangência do 1º BPM para constatar se pessoas estavam descumprindo as medidas sanitárias. As pessoas que encontravam-se nas ruas, dentro do horário estabelecido ao toque de recolher (20 horas as 5 horas), foram orientadas quanto ao Decreto Estadual vigente, bem como, os proprietários dos estabelecimentos.

Últimas Notícias