PMPR em resposta a tentativa de roubo em Guarapuava-PR
23/05/2022 - 18:01

Após a tentativa de roubo a empresa de valores localizada em Guarapuava-PR, onde mais de 30 criminosos fortemente armados atentaram contra a sede do 16º BPM e confrontaram policiais militares, resultando no óbito do Cabo Ricieri, a PMPR iniciou a tomada de medidas para mitigar as consequências e localizar os suspeitos.

 

Foram mais de 30 dias de buscas em um trabalho contínuo e ininterrupto das Unidades Policiais, em especial o 16º BPM e aquelas pertencentes ao 4ºCRPM, que não mediram esforços ao encalço dos autores, bem como BOPE, BPChoque e BPMOA, os quais trabalham em conjunto com a Diretoria de Inteligência da PMPR (DINT) através do SIPOM (Sistema de Inteligência da PMPR), a fim de responsabilizar os envolvidos.

 

Em 27 de abril, ações ostensivas realizadas pelo Choque do 16º BPM somado a outros efetivos do Batalhão de Guarapuava, possibilitaram a abordagem de quatro indivíduos que possivelmente participaram da ação. Um deles entrou em confronto com uma das equipes e três foram presos. Foram apreendidos um revólver .38, um fuzil .556, entorpecentes e apetrechos para o fracionamento e venda de drogas.

 

Em continuidade às operações, no dia 2 de maio na cidade de Ponta Grossa, outro suspeito foi localizado e abordado. No entanto, de posse de uma pistola, confrontou com a equipe do Choque do 1º BPM durante abordagem. Na sequência dos fatos, as equipes foram a uma chácara localizada na região rural do município e apreenderam uma espingarda cal. 12, uma carabina Puma, um revólver cal. 38, três espingardas de pressão, uma espingarda caseira e realizaram três prisões.

 

Nove dias depois, ainda nas proximidades do município de Ponta Grossa, foi realizada a abordagem de um veículo em que encontravam-se outros três suspeitos de envolvimento na ação. Houve confronto e três armas foram apreendidas: um revólver e duas pistolas.

 

A ação mais recente ocorreu em 17 de maio, na cidade de Mongaguá, no Estado de São Paulo, em conjunto com a ROTA/PMESP. 

 

Através de informações sobre um foragido que, anteriormente exercia função de liderança de facção criminosa na região de Guarapuava e teve envolvimento na tentativa de roubo na cidade, a Inteligência da PMPR passou a concentrar esforços para encontrar este suspeito. 

 

Homiziado no litoral de São Paulo, por meio da operação, o indivíduo foi localizado e estava de posse de uma pistola Taurus 9mm PT58S, uma pistola Taurus G2C 9mm, um revólver Rossi e uma CNH falsa.

 

A participação dos suspeitos na tentativa de roubo serão apuradas através de Inquérito Policial. Os trabalhos de buscas continuam e este é só o início da caminhada para a responsabilização dos autores.

 

 

Polícia Militar do Paraná: Nós Fazemos a Diferença.

Comunicação Social da PMPR.