Policiais militares recebem cartas escritas por alunos do Colégio Senhora de Fátima em Curitiba
13/07/2020 - 16:54

Marcia Santos

Jornalista Responsável

 

Policiais militares do 13º Batalhão de Polícia Militar (13º BPM) e do Batalhão de Patrulha Escolar Comunitária (BPEC) receberam, de forma simbólica, cartinhas escritas por alunos do Colégio Senhora de Fátima, que fica situado no bairro Xaxim. A entrega aconteceu na sede da Cruzada Social Cosme e Damião da Polícia Militar do Paraná na tarde desta segunda-feira (13/07) em Curitiba, Capital do estado.

 

De acordo com a Presidente da Cruzada, Eliane Mara Stevão de Matos, o pedido veio através da professora Ana Cristina Polsaque Bachal. “Nós somos amigas e ela me falou do projeto que os alunos fizeram com tanto carinho e eles estavam ansiosos para esse momento, então resolvemos marcar esse dia especial e fazer essa entrega simbolicamente”, disse.

 

De acordo com a professora Ana Cristina, as cartas fazem parte de uma iniciativa dentro da matéria Laboratório, Inteligência e Vida (LIV), onde os alunos escreveram diversas homenagens à profissionais que estão na linha de frente no combate à COVID-19. “Nós trabalhamos por algumas semanas sobre colaboração e pró atividade, e então surgiu a ideia de colocarmos isso em prática. Então eles fizeram doação de alimentos e roupas, além das cartinhas. Esse material foi entregue no dia 30/05 em uma ação de drive-thru na escola”, contou.

 

“Todo o material arrecadado foi entregue em lares, asilos e associações de igrejas e as cartinhas nós estamos distribuindo aos profissionais da área da saúde, de supermercados, farmácias e também os da área de segurança pública, como os bombeiros e hoje os policiais militares”, complementou a professora Ana Cristina.

 

Um dos policiais que recebeu as cartinhas foi o cabo Renato Paschoal Júnior, que atua no Batalhão de Patrulha Escolar Comunitária (BPEC), e ficou muito grato pela iniciativa. “Em nome da unidade, nós agradecemos o carinho que as crianças têm conosco, devido ao trabalho que fazemos na escola através do Proerd. Então a gente só tem a agradecer e isso nos motiva a trabalhar cada vez mais com orgulho”, disse.

 

Para o soldado Márcio Carlos de Oliveira, do 13º Batalhão, unidade responsável pelo patrulhamento da região, foi um momento recompensador. “Queremos nos aproximar o máximo possível dessas crianças para que sempre que elas precisarem de ajuda possam contar conosco. Receber esse reconhecimento delas é extremamente gratificante”, complementou.

 

“Essa foi uma forma que nós encontramos para mostrar que os profissionais da segurança estão prontos para nos ajudar, pois discutimos sobre a importância da polícia na sociedade, qual o objetivo dela, que podemos confiar nela. A partir disso, muitos alunos quiseram demonstrar gratidão aos profissionais da área da segurança, reconhecendo e valorizando essa profissão tão importante para a comunidade”, finalizou a professora Ana Cristina.

GALERIA DE IMAGENS

Últimas Notícias