Proerd comemora 21 anos de atuação no Paraná com entrega de medalhas em Curitiba
29/10/2021 - 16:00

Com mais de 1,7 milhão de alunos formados no Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência (Proerd), uma solenidade marcou a comemoração dos 21 anos de atuação do programa no Paraná. O evento aconteceu na manhã desta sexta-feira (29/10) no auditório do Centro Universitário UniDomBosco, em Curitiba, na Capital do estado, onde foram entregues medalhas e menção honrosa para policiais da ativa e da Reserva.


Adaptado do programa norte-americano Drug Abuse Resistance Education (DARE), o Proerd começou como projeto-piloto em sete escolas de Matinhos, no Litoral do Estado. O programa é desenvolvido por profissionais de educação e de segurança pública e conta com dez lições educativas, passadas em salas de aula por policiais militares selecionados e formados em curso específico para aplicação do programa. Ele é direcionado a alunos das séries iniciais, quintos e sétimos anos do ensino fundamental.


O Proerd está vinculado ao Batalhão de Polícia Escolar Comunitária (BPEC), unidade subordinada ao Comando de Policiamento Especializado (CPE).  Segundo o Comandante do CPE, coronel Wagner Lúcio dos Santos, o projeto já está fortalecido, não apenas no Paraná, mas no Brasil também. “O Proerd já salvou inúmeras crianças as afastando das drogas. É muito importante esse contato da comunidade escolar com a Polícia Militar para que as pessoas saibam qual é o verdadeiro propósito da Corporação, que é levar mais segurança para a sociedade”, disse.


Com o objetivo de oferecer às crianças e adolescentes lições que ajudam na tomada de decisões, tornando-as mais seguras e responsáveis, o Proerd já formou mais de 1,7 milhão de alunos em todo o estado, segundo dados do BPEC. “É um motivo de muita alegria termos essa parceria com a educação, pois somos um tripé: escola, família e polícia, com o objetivo de orientar essas crianças a ficarem longe das drogas, da violência e do bullying”, disse o Comandante BPEC, major Ricardo da Costa.


“Ficamos muito felizes quando tomamos conhecimento que essas crianças e jovens estão fazendo vestibular, entrando para as universidades, se encaminhando na vida sem entrar no mundo da criminalidade. É muito comum os instrutores serem abordados por esses alunos e, até mesmo, trabalhar junto aqui na Polícia Militar, pois é algo que marca muito quem passa por esse programa”, complementou o major Costa.


Por conta da pandemia da Covid-19, o Programa do Proerd ficou suspenso, mas com o relaxamento das medidas gradualmente, as atividades estão sendo retomadas aos poucos. Segundo o major Costa, neste ano será possível formar 10 mil alunos no estado do Paraná, sendo que a média anual é de 70 mil alunos por ano.


HOMENAGEM – Durante a solenidade foram entregues as Medalhas de Mérito do BPEC e do Proerd, além de Menção Honrosa, que é destinada aos praças que tiveram reconhecidos seus méritos pessoas.


Um dos homenageados com a Medalha do Proerd foi o capitão José Antônio da Silveira Júnior, que é instrutor do programa em Foz do Iguaçu, no Oeste do estado. “Fiquei muito feliz com esse reconhecimento de todo o trabalho prestado externamente à Corporação. O Proerd é um programa preventivo que vai nos permitir colher muitos frutos no futuro”, disse.


A cabo Marinez Rodrigues Bieszczad trabalhou durante 10 anos no BPEC e foi uma das agraciadas com a Medalha de Mérito da unidade. Mesmo estando em outra atividade ( Junta Médica), ela ainda tem o mesmo carinho e admiração pelo trabalho. “Me sinto muito honrada, por ser reconhecida, mesmo após já ter saído da unidade, mas aqui é onde eu tenho as minhas melhores lembranças e por isso hoje é um momento de muita felicidade”, declarou.

GALERIA DE IMAGENS